Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

STJD retira Cruzeiro da pauta e arquiva 'caso Júlio Baptista'

27 DEZ 13 - 17h:15terra

Após negar recursos de Portuguesa, Flamengo e Vasco, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu não julgar nada em relação ao Cruzeiro. O caso de possível escalação irregular do goleiro Elisson foi retirado da pauta na sessão desta sexta-feira e a polêmica envolvendo Júlio Baptista na antepenúltima rodada acabou arquivada.

Em relação a Elisson, o goleiro esteve no banco no jogo contra o Vasco, pela 36ª rodada, mesmo sem estar com contrato válido com o Cruzeiro. O clube poderia perder três pontos, e continuaria com o título nacional, mas foi absolvido em primeira instância. O caso seria julgado de novo nesta sexta-feira, mas o presidente do STJD, Flávio Zveiter, o retirou da pauta.

A polêmica envolvendo Júlio Baptista também ocorreu no jogo diante do Vasco, no Maracanã. A equipe carioca lutava contra o rebaixamento e o meia foi flagrado por câmeras de televisão dizendo "faz logo outro" ao zagueiro Cris quando os cruz-maltinos já venciam os mineiros.

O auditor Ronaldo Botelho Piacenti arquivou o caso alegando falta de provas. Tanto Júlio Baptista quanto Cris argumentaram que houve uma discussão após o zagueiro pedir ao colega que o Cruzeiro "amolecesse".

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ANOS 90

Com torneio como opção por vagas no Mundial, CBF é contra volta da Supercopa

Torneio reunia os campeões da Copa Libertadores
ESTADOS E MUNICÍPIOS

Bolsonaro sanciona lei que divide recursos do megaleilão do petróleo

Capital pede mais investimentos na área de infraestrutura
GOVERNO PRESENTE

Capital pede mais investimentos na área de infraestrutura

Presidente do Ibama diz que derramamento de óleo é situação inédita
PRAIAS DO NORDESTE

Presidente do Ibama diz que derramamento de óleo é situação inédita

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião