quarta, 18 de julho de 2018

STF julga na próxima semana extradição de militar uruguaio

22 MAR 2009Por 17h:10
     

        Da Redação

        OSupremo Tribunal Federal (STF) vai voltar nesta semana o pedido de extradição do militar uruguaio Manuel Juan Cordeiro Piacentini, acusado de ter participado da Operação Condor, que atuou na década de 70 na repressão a opositores de regimes militares. O processo de Piacentini é um dos mais complicados em tramitação no STF porque pode estabelecer um precedente para situações semelhantes que ocorreram em países latino americanos, como o Brasil.

        O militar é acusado de envolvimento com o "desaparecimento forçado" do argentino Adalberto Soba Fernandes, em 1976. Em sua defesa, Piacentini usa argumentos que poderiam ser utilizados em outros processos em que são discutidas as punições a agentes do Estado que participaram de atos de repressão.

        O STF decidirá se ainda é possível extraditar acusados de envolvimento com o desaparecimento de pessoas durante governos militares.Levantamento recente feito pelo STF informou que de 2000 até o ano de 2008 deram entrada no tribunal 466 processos de extradição. A Itália é campeã, com 77 pedidos, seguida pela Alemanha, com 73 solicitações, e por Portugal, com 49. Os estrangeiros são acusados de vários crimes dentre os quais abuso contra menores e prática de terrorismo. (Com Agência Estado

Leia Também