Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

DUROU POUCO

STF frustra os que perderão mandatos

24 MAR 2011Por ESTADÃO00h:00

Há menos de dois meses no cargo, os senadores Gilvan Borges, (PMDB-AP), Marinor Brito (PSOL-PA) e Wilson Santiago (PMDB-PB) devem perder seus mandatos com a decisão desta quarta-feira, 23, do Supremo Tribunal Federal (STF), que decretou que a Ficha Limpa só valerá para as eleições de 2012.

O grupo assumiu as vagas no Senado no lugar dos também eleitos João Capiberibe (PSB-AP) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), condenados antes da aprovação da lei, e de Jader Barbalho (PMDB-PA), que renunciou para escapar de um processo pela quebra de decoro parlamentar.

Os três foram barrados no ano passado por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Frustrada na expectativa de continuar exercendo o mandato, a senadora Marinor fez nessa quarta-feira, 23, um desabafo no plenário. Ela garantiu não vai "arredar pé" da luta contra a corrupção e lamentou a repercussão da decisão do Supremo no Congresso.

Leia Também