Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

STF decide quarta-feira sobre arrozeiros na Raposa Serra do Sol

22 MAR 2009Por 16h:50
     

        Da Redação

        Autoridades do Judiciário e do Executivo preparam um relatório sobre a situação da reserva indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, que servirá como base para que o ministro Carlos Ayres Britto, do Supremo Tribunal Federal (STF), fixe uma data para a retirada dos arrozeiros que ocupam a área.

        A decisão de Britto foi adiada para quarta-feira desta semana, quando ele se reunirá com o ministro da Justiça, Tarso Genro, e com o presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, Jirair Meguerian. Eles vão tratar da desocupação e analisar a situação da reserva indígena.

        Ayres Britto já deu sinais de que não vai aceitar os pedidos dos fazendeiros que plantam na região para que a retirada ocorra somente após a colheita, prevista para maio. É provável que esses produtores encaminhem recursos ao STF solicitando autorização para permanecer nas terras até a data da colheita.

Leia Também