Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

Spray com 'DNA artificial' ajuda a incriminar ladrões

21 OUT 2010Por 21h:15

Ladrões estão levando um banho de DNA por um polêmico sistema de segurança que está sendo implantado em restaurantes e escritórios e em algumas cidades do mundo.

O fino spray, que é quase igual ao DNA humano, é ativado sempre que acontece um roubo e cobre o corpo dos suspeitos na hora da fuga.

O spray só pode ser visto debaixo de luz ultravioleta, mas contém marcadores que permitem à polícia ligá-los ao local do crime depois da prisão, revelou o jornal Daily Mail nesta quarta-feira (20).

Uma das primeiras cidades a adotar o sistema foi Roterdã, na Holanda. Os detetives da cidade dizem que o número de crimes caiu bastante depois de sua implantação. Mas eles contam que dezenas de pessoas inocentes foram cobertas com DNA sem querer, mesmo quando não tinham sido acusadas de nada.

O aparelho, uma caixa laranja do tamanho de uma agenda telefônica, foi instalado depois de uma série de assaltos. Segundo Donald Van der Laan, dono do Rhine Group, empresa que distribui o spray, “a ideia é a prevenção, não recuperar objetos roubados nem capturar criminosos”.

Leia Também