quinta, 19 de julho de 2018

Sport supera o Grêmio por 3 a 1

28 JUN 2009Por 20h:20
     

        Da redação

        Se toda vitória é importante, existem aquelas que são mais importantes ainda. Neste domingo, o Sport venceu o time reserva do Grêmio por 3 a 1, com dois gols marcados no fim do segundo tempo, e agora respira bem mais aliviado na tabela de classificação: saiu da penúltima colocação para a 15ª. E "de brinde", ainda jogou para a zona de rebaixamento o rival Náutico.

        A sorte do Grêmio poderia ser melhor se Jonas não estivesse em noite infeliz. Apesar de ter marcado o gol gaúcho, ele perdeu outros dois, sendo um deles salvo pelo zagueiro César em cima da linha, e ainda foi expulso, prejudicando sua equipe quando a partida estava empatada em 1 a 1. Um resultado menos pior do que a derrota.

        Com o resultado o Grêmio chega a três jogos seguidos sem vencer no Campeonato Brasileiro (dois empates e uma derrota) e despenca na tabela: é agora o 14º colocado com um ponto a mais do que o rival deste domingo.

        Uma queda de luz na Ilha do Retiro atrasou o início da partida em oito minutos. Com problemas no disjuntor central, os refletores precisaram ser esfriados até que se restabelecesse a iluminação no estádio. Quando a bola rolou, as equipes tinham como único objetivo se livrar da má fase na competição.

        Assim como o Cruzeiro, seu adversário na semifinal da Libertadores, o time gremista poupou seus titulares neste domingo. O jovem zagueiro Mário Fernandes, que no mês de março passou três meses desaparecido e sendo procurado pela polícia de três estados, fez a estreia com a camisa tricolor.

        Na equipe pernambucana, Emerson Leão não pôde contar com os zagueiros Igor e Durval e o meio-campista Luciano Henrique, todos suspensos. O treinador então escalou César e Juliano na defesa e definiu Hugo como substituto no meio-de-campo dos donos da casa.

        Com 15 minutos, o o Grêmio teve um gol corretamente anulado: o meio-campista uruguaio Orteman desviou para rede depois de empurrar Juliano. Três minutos mais tarde, o Leão respondeu e abriu a contagem. O atacante Ciro avançou pela esquerda, chegou à linha de fundo e tocou para trás. Na pequena área, o volante Fabiano chutou forte no canto direito do arqueiro Marcelo Grohe.

        Pouco depois da metade da etapa, quatro atletas já haviam sido advertidos com cartão amarelo. Aos 29 minutos, o meia Hugo deixou a sola da chuteira no tornozelo de Orteman e recebeu o amarelo. Dez minutos mais tarde, Hugo caiu no gramado por cansaço e foi substituído por Fumagalli, que mudou a cara do time pernambucano.

        No retorno do intervalo, novas substituições nos dois times. O técnico Paulo Autuori colocou Isael no lugar do meia Douglas Costa e sacou Mário Fernandes, com câimbras, para pôr o zagueiro Heverton. No Sport, Hamilton saiu para a entrada de Dudé.

        Aos 14, após cobrança de escanteio pela direita, a defesa gaúcha afastou parcialmente, e Dutra, bem colocado na entrada da área, aproveitou o rebote para carimbar o travessão de Grohe. Quatro minutos mais tarde, depois de uma cobrança de falta, Jonas ficou sozinho na área devido ao erro da zaga do Sport na linha de impedimento e tocou no canto do goleiro Magrão para igualar o marcador. Um gol que poderia apagar os outros dois que ele perdeu no primeiro tempo.

        Jonas ainda teve tempo para ser expulso. Aos 33min, o atacante perdeu uma jogada na frente, caiu na área e derrubou o adversário, recebendo o cartão vermelho. Com um jogador a mais, o Sport foi com tudo para cima. Seis minutos depois, Grohe ofereceu rebote após cabeceio, e o lateral direito Élder Granja empurrou para a rede. Aos 43min, Fumagalli marcou o terceiro e definiu o triunfo dos mandantes. (informações do Terra)

Leia Também