Campo Grande - MS, quarta, 22 de agosto de 2018

Sony se desculpa por ciberataque e oferece seguro de US$ 1 milhão a usuários

7 MAI 2011Por uol05h:00

O chefe do grupo japonês Sony, Howard Stringer, pediu desculpas nesta sexta-feira aos milhões de usuários das redes de games online paralisadas depois de um ciberataque, e anunciou que a companhia vai conceder um seguro gratuito de US$ 1 milhão aos clientes.

Esta apólice gratuita, válida por um ano, será aplicada em particular à plataforma interativa PlayStation (PSN) e ao serviço de música Qriocity, explicou, sem precisar se os usuários do sistema de jogos na internet para PC Sony Online Entertainment (SOE) também serão incluídos.

O SOE é uma rede para que os usuários participem online de jogos como o "EverQuest" ou o "Star Wars Galaxies" através de seus computadores pessoais.

Howard Stringer se desculpou pessoalmente aos consumidores depois dos recentes ataques a suas redes, o que fez o grupo iniciar uma investigação para determinar se foram roubados dados pessoais de mais de cem milhões de assinantes.

"No momento, nada confirma que um cartão de crédito ou informações pessoais tenham sido utilizados de maneira mal-intencionada", afirmou, em uma mensagem postada no site da imprensa.

Stringer explicou que os clientes de seus serviços nos Estados Unidos, onde a Sony é o grupo mais importante do setor, se beneficiarão com "uma apólice de seguro de um milhão de dólares contra o roubo de identidade".

"Em breve, serão feitos anúncios para outras regiões", garantiu o executivo.

O grupo japonês suspendeu em 20 de abril passado seu sistema PlayStation Network, que liga os consoles PlayStation 3 à internet e a outros jogos online, após hackers roubarem dados dos usuários, como datas de nascimento e senhas.

Lançada em novembro de 2006, a rede PlayStation Network tem 77 milhões de usuários em todo o mundo. O sistema permite comprar jogos, filmes e música via Internet.

A Sony não exclui que tenham sido interceptados dados bancários, inclusive o número da conta, o nome do cliente e do titular da conta, assim como seu endereço.

Na quarta-feira, a Sony informou que os hackers que atacaram a rede de jogos online da Sony se identificaram como membros do grupo "Anonymous".

"Quando a 'Sony Online Entertainment' descobriu na tarde de domingo o roubo dos dados de seus servidores, também identificou que os hackers instalaram um arquivo nos mesmos servidores sob o título 'Anonymous' e a frase 'Nós somos a legião'", revelou um funcionário da Sony, em carta enviada a parlamentares americanos.

O ataque utilizou uma avalanche de pedidos simultâneos para bloquear os serviços online da Sony.

O 'Anonymous' ficou conhecido por seus ataques aos sites das bandeiras Visa e MasterCard após a decisão das duas empresas de cartão de crédito de bloquear os pagamentos ao site WikiLeaks, que vazou informações confidenciais do governo americano.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também