Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

Sony prevê prejuízo de US$ 3,2 bi por causa de terremoto

24 MAI 2011Por TI INSIDE online04h:30

A Sony anunciou nesta segunda-feira, 23, que reviu a previsão de resultado para o ano fiscal de 2011, encerrado em 31 de março, e espera uma "grande queda" tanto na receita quanto no lucro líquido do período. A companhia atribui o mau desempenho ao terremoto e ao tsunami que devastaram a costa japonesa no início de março, por ter interrompido sua produção e atrasado o cumprimento dos contratos.

Em comunicado, a empresa, que, em fevereiro previa lucro líquido de 70 bilhões de ienes, diz que agora espera prejuízo de 270 bilhões de ienes (equivalente a US$ 3,3 bilhões), no ano fiscal de 2011. No exercício fiscal passado, o prejuízo foi de 40,8 bilhões de ienes.

A receita da companhia, cuja previsão era atingir 7,2 bilhões de ienes, agora deve ficar em 7,18 bilhões de ienes (US$ 85 milhões). A previsão do lucro operacional do exercício fiscal de 2011 manteve-se estável, em 200 bilhões de ienes (US$ 2,3 bilhões).

De acordo com o comunicado, o terremoto teve impacto de 22 bilhões de ienes (US$ 260 milhões) nas operações da Sony por causa da interrupção da produção em várias unidades. Desta quantia, 12 bilhões de ienes (US$ 143 milhões) foram perdidos ainda no ano fiscal encerrado em março, diz a empresa. Os gastos relacionados a reconstrução de suas unidades, reparação de equipamentos e reestruturação das atividades devem chegar a 11 bilhões de ienes (US$ 130 bilhões).

Os recentes ataques à rede do PlayStation, que a tiraram do ar por diversas vezes, deve gerar prejuízo de US$ 170 milhões, segundo a projeção da Sony. A rede foi invadida no mês passado por hackers, que roubaram senhas e dados pessoais de mais de 100 milhões de usuários.

A Sony, entretanto, prevê que conseguirá se reerguer durante o ano fiscal de 2012, que termina em 31 de março do ano que vem, e registrar crescimento de receita e voltar à lucratividade do exercício fiscal de 2010, ao final do período. O balanço da companhia será publicado no dia 26 de maio.

Leia Também