TECNOLOGIA

Sony e outras empresas desistem de apoiar ação anti-pirataria

Sony e outras empresas desistem de apoiar ação anti-pirataria
04/01/2012 02:00 - techtudo


Voltando atrás em suas decisões de apoiar a ação anti-pirataria criada pelos Estados Unidos em outubro do ano passado, companhias como a Sony, Nintendo e a Electronic Arts desistiram de apoiar a causa. A intenção do SOPA (Stop Online Piracy Act) é “promover prosperidade, criatividade, empreendedorismo e inovação, combatendo o roubo de propriedades intelectuais norte americanas.

Mas em contrapartida, essa ação também é vista como uma censura à liberdade de expressão, onde possíveis violadores teriam seus sites fechados de maneira discreta, impactando dessa forma alguns sites com conteúdos criados por usuários, como o famoso YouTube.

Apesar das três empresas citadas não estarem mais inclusas na lista de apoiadores da causa, elas continuam sendo membros da Entertainment Software Association, a organização que está por trás dessa ação. Curiosamente, a saída da Sony foi confirmada pouco tempo depois do grupo hacker Anonymous ter ameaçado a companhia, prometendo destruir novamente a rede devido ao suporte ao SOPA.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".