Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Solto o acusado de envolvimento na morte de PM

Solto o acusado de envolvimento na morte de PM
20/01/2010 04:23 - SÍLVIO ANDRADE, CORUMBÁ


O juiz da 2ª Vara Criminal de Corumbá, Roberto Ferreira Filho, determinou a soltura de Willian da Silva Bastos, 19, preso na semana passada, acusado de envolvimento na morte do subtenente aposentado da Polícia Militar Edézio Gonçalves de Arruda. O crime ocorreu no dia 11 deste mês, em Corumbá. Segundo a decisão, o acusado integraria o bando que matou o militar, mas não participou do crime. O relaxamento da prisão se baseia no fato de que o plano inicial da quadrilha era roubar o carro de um taxista e vendê-lo na Bolívia, trabalho que seria feito por Willian e um adolescente apreendido pela polícia. No entanto, antes da execução do roubo, outros integrantes do grupo, Giliarde Pereira e Nadson Pereira Galvão, decidiram roubar o veículo do policial militar aposentado, matando-o com uma pedrada na cabeça. Ilegal Para o juiz, a prisão em flagrante de Wi l lian “ foi ilegal” por não ter sido comprovado materialmente “qualquer indício de que ele tenha atuado ainda na qualidade de partícipe, do grave delito”. O que existiu, segundo Roberto Filho, foi a cogitação e preparação para atuar em delito de roubo, o que considera “atos impuníveis”. Na decisão, o juiz determinou a soltura imediata do acusado.

Felpuda


As pré-candidaturas bizarras estão se espalhando nas redes sociais, nos perfis de quem acredita que esse tipo de “campanha eleitoral” poderá resultar em votos e até levar à conquista de uma vaga na Câmara Municipal de Campo Grande. Se antes isso era visto apenas no horário eleitoral na TV, agora está se espalhado como erva daninha nas redes. Como diria vovó: “Esse povo ainda se acha!” Afe!