Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Soja louca 2 é a mais nova ameaça à cultura e já há casos no MT

26 JUL 10 - 08h:05
Cícero Faria, Dourados

O professor e entomologista Paulo Degrande, do Departamento de Agronomia da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), participa do grupo de estudos que está mapeando a ocorrência da “soja louca 2”, por enquanto, restrita a algumas regiões agrícolas de Mato Grosso, mas que pode se espalhar por outros Estados. Em Goiás também houve registro da doença.
Degrande disse que está sendo discutida a suspeita de que um tipo de ácaro, habitante em abundância nos solos brasileiros, pode ser um dos causadores do distúrbio.
Pesquisadores da Embrapa Soja, de Londrina, e agrônomos da Aprosoja/MT vão mapear as ocorrências desta anomalia, de causa desconhecida,  que atacou lavouras mato-grossenses.
O distúrbio, que impede o amadurecimento da planta da soja e causa altos índices de abortamento de flores e vagens, já provocou perdas de até 15%, em média, nas áreas atingidas.
Por ter sintomas parecidos com os da soja louca, doença causada pelo percevejo verde, a anomalia vem sendo chamada de “soja louca 2”. O levantamento das ocorrências será apenas o primeiro passo para compreender e tentar combater o problema. “Já se percebeu que a anomalia atingiu tanto cultivares transgênicos quanto convencionais”, disse o pesquisador Maurício Meier, da Embrapa Soja, durante reunião em Cuiabá.
O gerente técnico da Aprosoja, Luiz Nery Ribas, disse à imprensa que a soja louca 2 se manifesta em “manchas”, e não em áreas contínuas. “Já vínhamos acompanhando o surgimento dessa situação há uns dois anos, mas eram casos isolados e que não causavam perdas significativas”, acrescentou.
Em Sorriso – maior produtor de soja do País, a anomalia atingiu uma área de 1.200 hectares de um produtor, causando perdas de 15%. Em safras passadas, o problema foi observado, mas as perdas não chegavam a 1%.
Segundo o chefe de pesquisa da Embrapa Soja, de Londrina, José Renato Farias, a soja louca é uma anomalia complexa que pode estar associada a vários fatores. Os sintomas observados são o afilamento das folhas do alto das plantas e o engrossamento das suas nervuras.
As folhas apresentam uma tonalidade mais escura em relação às sadias. As hastes exibem deformações e engrossamento dos nós. As vagens também apresentam deformações, redução do número e apodrecimento de grãos.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Três pessoas morrem em queda de avião em Belo Horizonte
ACIDENTE AÉREO

Três pessoas morrem em queda de avião em Belo Horizonte

EM RAZÃO DOS PROTESTOS

Voos que sairiam do Brasil para Santiago estão sendo cancelados

Consumidor pode cancelar pacotes sem ônus ou multas
DEMITIDO DO GOVERNO

Marcos Cintra é chamado para reestruturar o PSL

Cintra foi demitido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes
Chuva não dá trégua e cerca de parque não foi reparada; animais já andam pela via
TEMPORAL

Chuva não dá trégua e cerca de parque não foi reparada; animais já andam pela via

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião