Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

não teve nenhuma falta

Só um dos 633 deputados presenciou todas as votações nos últimos 4 anos

13 JAN 2011Por BRASÍLIA00h:00

Dos 633 deputados que exerceram mandato na atual legislatura, apenas um participou de todas as sessões reservadas a votação nos últimos quatro anos. Carlos Manato (PDT-ES) não teve nenhuma falta nos 422 dias em que o plenário da Câmara se reuniu em sessões deliberativas. Os deputados que mais se aproximaram do campeão em assiduidade foram José Genoino (PT-SP) e Jofran Frejat (PR-DF). Os dois acumularam apenas quatro faltas nesse mesmo período.

Nenhum deputado federal de Mato Grosso do Sul teve assiduidade igual ou superior a 95% e, portanto, o Estado não tem representante na lista de 32 deputados que registraram mais de 400 presenças no período entre 6 de fevereiro de 2007 e 21 de dezembro de 2010, segundo levantamento feito pelo Congresso em Foco com base em registros oficiais da Câmara.

A bancada dos mais assíduos na Câmara reúne representantes de 14 partidos políticos, de 16 estados e do Distrito Federal. O PT e o PP, com cinco nomes cada, são as legendas com mais parlamentares entre os mais presentes. PMDB e PSDB, com quatro, vêm em seguida. Na lista dos campeões de assiduidade, São Paulo e Goiás são os estados com mais parlamentares: quatro cada. Na sequência, aparecem Distrito Federal, Ceará e Paraná, com três.

Presença obrigatória
Único deputado a comparecer a todas as sessões, Manato atribui sua assiduidade a uma determinação pessoal. "É um compromisso que tenho comigo mesmo, em primeiro lugar, com meus eleitores. Eu me considero um ‘caxias’", declara o deputado. Ele conta que recusou convite para acompanhar a comitiva do presidente Lula no ano passado ao Espírito Santo porque a visita coincidia com votações no Congresso.

Para José Genoino e Jofran Frejat, estar presente em plenário é o mínimo que um deputado deve fazer. "Sempre considerei isso um dever elementar. O mínimo que se pode fazer é não estar ausente nas votações", avalia Genoino, que se despede do Congresso no final deste mês. "Se você assume compromisso com a população de responder positivamente pelo mandato que está sendo concedido, você tem de estar presente", afirma Jofran.

Leia Também