Terça, 20 de Fevereiro de 2018

Só a vitória interessa ao Botafogo

5 DEZ 2009Por 17h:00
     

        Da redação

        O torcedor do Botafogo costuma reclamar da sorte e é muito supersticioso. Quis o destino e a tabela do Campeonato Brasileiro, porém, que o clube dependesse apenas de suas próprias forças para evitar a queda para a Segunda Divisão, apesar de abrir a zona de rebaixamento: 17.º lugar, com 44 pontos. Não fosse o confronto entre Fluminense e Coritiba, que estão imediatamente à sua frente, o time alvinegro carioca, além de derrotar o Palmeiras, neste domingo, às 16 horas, no Engenhão, precisaria torcer contra os rivais.
        O "azar" está em enfrentar um adversário que precisa garantir vaga na Copa Libertadores e ainda se apega a chances de conquistar o título. No entanto, o Botafogo confia no seu retrospecto positivo contra equipes que estão no topo da tabela. Neste campeonato, o time carioca apresentou seu melhor futebol justamente contra oponentes bem classificados.
        Na opinião do técnico Estevam Soares, isso se dá porque são equipes que jogam com a obrigação de vencer, fazendo um jogo franco, o deve se repetir no domingo. Assim como aconteceu na vitória sobre o São Paulo, o cenário está preparado para uma atuação de destaque do ligeiro e arisco Jóbson, que volta de suspensão. Autor de dois gols nos 3 a 2 sobre os são-paulinos, o atacante é a esperança alvinegra.
        "É importante ter à minha frente jogadores como o Jóbson, que atraem a marcação e abrem espaços. É fundamental ter um jogador como ele, principalmente se repetir a atuação que teve contra o São Paulo", ressaltou o meia Lúcio Flávio. "Ele é abusado. Tem tudo para despontar aqui ou em qualquer clube", elogiou, ciente das especulações que apontam uma possível saída do jogador de General Severiano.
        Depois de iniciar a semana timidamente, comprando apenas seis mil ingressos no primeiro dia de vendas, a torcida botafoguense resolveu apoiar o time e a expectativa é de que mais de 30 mil pessoas estejam no Engenhão. Vale notar que não serão vendidos bilhetes neste domingo.
        Apesar de punido com mais um jogo de suspensão, o zagueiro Juninho atuará por força de um efeito suspensivo, o que deixa Estevam com apenas uma dúvida: Renato ou Léo Silva no meio de campo. O primeiro é mais ofensivo, enquanto o segundo garante mais pegada no setor. (informações do Estadão)
        

Leia Também