NOVO SISTEMA

Só 15% das vagas da UFMS são ocupadas na 1ª chamada

Só 15% das vagas da UFMS são ocupadas na 1ª chamada
29/06/2010 06:29 -


Silvia Tada

Das 981 vagas ofertadas pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), 834, equivalente a 85%, não foram preenchidas. De acordo com a Comissão Permanente para o Vestibular (Copeve), somente 147 pessoas fizeram a matrícula na primeira chamada e ainda há vagas em todos os cursos oferecidos. A segunda chamada foi divulgada ontem e as matrículas devem ser feitas nos dias 1º e 2 de julho (quinta e sexta-feira).

A presidente da Copeve, Sílvia Salles Públio, explicou que não há parâmetros para comparar se a quantidade de sobra de vagas é comum. Este foi o primeiro processo seletivo em que houve adesão total ao sistema implantado pelo Ministério da Educação (MEC). No início do ano, o Sisu foi usado para preencher as vagas remanescentes.

Conforme explicou o analista de sistema da Copeve, Marcos Medeiros, na primeira chamada do vestibular foram consideradas a primeira e a segunda opção dos candidatos, informadas no ato da inscrição. Aqueles que alcançaram nota suficiente para a primeira opção, mas não realizaram a matrícula, estão fora do processo. Os que foram aprovados na segunda opção e não se matricularam ainda têm chances de serem chamados para o curso de preferência, caso haja vagas sobrando.

“É uma situação diferente de quando fazíamos o vestibular tradicional. Antes, a maioria dos candidatos era do Estado e tinha a certeza do curso que iria concorrer. Agora, você pode escolher cursos do Brasil todo, e pode ser que só depois da divulgação do resultado é que os estudantes vão analisar a opção da mudança de cidade e de Estado”, afirmou Medeiros.

Matrículas
Os aprovados na segunda chamada devem fazer as matrículas na quinta ou sexta-feira. Ainda haverá a divulgação de mais uma chamada, a terceira, e a lista de espera.
Marcos Medeiros ressaltou que não foi feito contato com outras instituições para saber se o número de sobra de vagas também foi alto. O MEC deve divulgar ainda nesta semana o número total de matrículas realizada para as 16,5 mil vagas ofertadas.

A UFMS foi a única instituição de Mato Grosso do Sul a aderir ao Sisu para início das aulas no segundo semestre. Em 16 cursos foram abertas novas turmas e em 13 foram oferecidas vagas remanescentes. No total, 201 vagas foram oferecidas porque sobraram da seleção anterior.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".