sexta, 20 de julho de 2018

Sinduscon, Crea e Seis promovem Dia Nacional da Construção Civil

13 AGO 2010Por 00h:30
     

O Sinduscon/MS (Sindicato Intermunicipal da Indústria da Construção de Mato Grosso do Sul), o Crea/MS (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Mato Grosso do Sul) e o Sesi (Serviço Social da Indústria) realizam, no próximo dia 21 de agosto, das 8h30 às 16h30, no Clube do Trabalhador, em Campo Grande, o Dia Nacional da Construção Social. Realizado pela primeira vez em Mato Grosso do Sul, o evento, idealizado pela Câmara Brasileira da Construção (Cbic), será promovido simultaneamente em 22 Estados e, nesta edição, tem como tema o esporte como qualidade de vida.

O empresário Kleber Recalde, vice-presidente do Sinduscon/MS e da Cbic, ressalta que a escolha do tema tem o objetivo de reforçar a idéia de que, quando aliado ao ambiente de trabalho, a prática de atividades físicas contribui com a integração entre os funcionários, com a melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores e seus familiares e com o desempenho das atividades nos canteiros de obras. "O esporte, que é uma atividade inclusiva e que pode auxiliar na prevenção de problemas de saúde", concluiu.

O presidente do Crea/MS, Jary Castro, ressalta que o Dia Nacional da Construção Social é um marco nas ações de responsabilidade social do setor, que só tem a ganhar com a ação. "A intenção é alertar, tanto empresários quanto trabalhadores, sobre o ganho proporcionado pela prática esportiva e incentivar essas atividades", disse.

Já a superintendente do Sesi, Maura Gabínio, explicou que a iniciativa tem como objetivo promover uma cultura de valorização do trabalhador da construção, bem como sensibilizar os empresários do setor para a importância da responsabilidade social. "O Sesi vai oferecer ao trabalhador da construção civil e seus dependentes serviços nas áreas de cidadania, saúde e lazer e ainda disponibilizar informações sobre segurança no trabalho", reforçou.

Além das práticas esportivas, o evento contará com atendimentos nas áreas de saúde, cidadania, educação, profissionalização e cultural. Trabalhadores e familiares poderão obter documentos pessoais, aferir pressão, cortar cabelo, atendimento jurídico, dicas de orçamento familiar, palestras sobre empreendedorismo, orientações sobre segurança no trabalho, entre outros.

Leia Também