segunda, 23 de julho de 2018

ÁREA LIVRE DA AFTOSA

Sindicato pede reabertura de frigoríficos

10 FEV 2011Por Portal Beef Point13h:45

A retomada do status de área livre de aftosa com vacinação para todo Mato Grosso do Sul, com o fim do bloqueio à carne produzida em 13 municípios da região de fronteira, pode incentivar a reabertura de seis grandes frigoríficos do Estado, que estão fechados por motivos variados, é o que acredita o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Alimentação e Afins de Campo Grande e Região, Rinaldo de Souza Salomão. Nessa área, o rebanho estimado supera 800 mil cabeças de gado.

"A abertura desses frigoríficos além de aquecer a economia do Estado com o mercado de exportação de carne, poderia gerar mais de 7 mil empregos em Mato Grosso do Sul", afirma Salomão.

Ele cita como exemplo o frigorífico Independência, fechado por problemas financeiros com fornecedores e pecuaristas do Estado que, para Salomão, poderia ser arrendado para outros grupos comercializarem a carne no Estado. "Esses equipamentos estão parados, enferrujando e poderiam estar em funcionamento gerando emprego e renda", ressaltou o sindicalista.

Os seis grandes frigoríficos fechados estão localizados em Campo Grande, Ribas do Rio Pardo, Corumbá, Aquidauana, Nova Andradina e Itaporã. "O Governo do Estado poderia intervir para que essas indústrias voltassem a produzir, abastecendo o mercado internacional que está ávido por alimentos. Nós precisamos desses 7 mil novos empregos no mercado", insiste o sindicalista.

Leia Também