quarta, 18 de julho de 2018

Sindicância vai apurar imagens de Lindemberg feitas na prisão

21 OUT 2008Por 10h:30
     O secretário da Administração Penitenciária de São Paulo (SAP), Antônio Ferreira Pinto, afirmou ontem à noite que vai mandar a corregedoria do órgão abrir uma sindicância interna para investigar como foram feitas as imagens de Lindemberg Alves na prisão, exibidas ontem pelo Jornal da Record. A gravação, segundo a reportagem da emissora, foi feita pouco depois da prisão do rapaz. O preso aparece no vídeo sem camisa, bastante machucado, e com as mãos para trás o tempo inteiro, aparentemente algemado.

        

        Na gravação, Alves alega não se lembrar de como foram os momentos posteriores à invasão pela polícia do apartamento da família de Eloá. Mas admite que atirou na ex-namorada. "Eu atirei no sofá. Eu acho que atirei primeiro na Eloá. Eu nem sabia que tinha atirado na Nayara (...) Um (tiro) foi eu que dei. Eu lembro que eu dei um na Eloá."

        Com informações do Estadão

Leia Também