domingo, 15 de julho de 2018

Discurso

Simone chora e segue carreira política do pai

1 JAN 2011Por ADILSON TRINDADE E EVELIN ARAUJO11h:25

No discurso na solenidade de posse do secretariado, a vice-governadora Simone Tebet (PMDB) chora ao lembrar do pai, senador Ramez Tebet (PMDB), falecido em 17 de novembro de 2006. Ramez foi o político de Mato Grosso do Sul que fez história no Congresso Nacional, chegou assumir temporariamente a Presidência da República e foi ministro da Integração Nacional no Governo de Fernando Henrique Cardoso.

Como única herdeira política do clã dos Tebet, ela está seguindo o mesmo caminho do pai na carreira política, que foi prefeito de Três Lagoas, deputado estadual, vice-governador (depois governador por 9 meses) e senador da República.

Simone começou a sua trajetória política como deputada estadual, prefeita de Três Lagoas por dois mandatos — não concluiu o último porque teve de renunciar ao cargo para ser vice de André — e, agora, vice-governadora com o projeto de concorrer ao Senado em 2014 para assumir a cadeira do pai.

Ela não esconde de ninguém o sonho de chegar ao Senado para sentar na mesma cadeira do pai. O governador André Puccinelli assumiu o compromisso de ajudá-la a conquistar a única vaga em jogo em 2014 no Senado.

Leia Também