domingo, 15 de julho de 2018

MATO GROSSO DO SUL

Simone assume como governadora dia 10

6 JAN 2011Por ROSE RODRIGUES, TRÊS LAGOAS00h:03

A vice- governadora Simone Tebet (PMDB) assume na próxima na segunda-feira, dia 10, como governadora do Estado de Mato Grosso do Sul e será a primeira mulher a ocupar o governo em Mato Grosso do Sul. Ela fica no cargo por 15 dias, em virtude das férias do governador André Puccinelli, que só retorna no dia 23 de janeiro.

Para Simone assumir a cadeira do governador em tão pouco tempo depois da posse, que aconteceu no dia 1º, " ""assusta um pouco, mas será uma missão que vou encarar com muita responsabilidade e me sentindo muito honrada", disse.

Aos 40 anos, Simone é a primeira mulher a ocupar o cargo de vice-governadora e foi também a primeira prefeita do sexo feminino em Três Lagoas. Para ela, é sempre um desafio representar as mulheres em cargos importantes no poder público.

Desafios

 Para Simone Tebet o maior desafios desta nova gestão será a diminuição nos repasses federais. "A nova presidente Dilma Roussef já anunciou que vai fechar as torneiras e tior desafio deste governo será 2011 será remos que administrar o Estado com recursos próprios, somente com aquilo que temos e arrecadarmos.".

Ela também indicou como desafio melhorar a comunicação e produzir mais informações para a população. "Acho que no primeiro mandato, o governador fez muito e mostrou pouco. As pessoas precisam saber o que estamos fazendo. Fomos eleitos e precisamos mostrar serviços", concluiu.

A vice governadora esclareceu que vai estar apenas substituindo o governador André Puccinelli . " Sou apenas uma substituta temporária. Vou assumir apenas meu papel de vice e não como governadora e vou apenas cumprir as determinações e ordens expressas do governador", enfatizou. Simone disse ainda que vai aproveitar o período para conhecer mais de perto a máquina administrativa.

Para Simone, assumir como governadora é também uma homenagem ao pai dela, o senador Ramez Tebet, já falecido e que um dia já sentou na mesma cadeira. "Não sei nem como em tão pouco tempo cheguei até aqui. Mas o sentimento é de muita honra, muita serenidade e muita responsabilidade", destacou.

Dentro do governo, Simone disse que pretende atuar sempre ao lado do governador André Puccinelli e que já conversaram muito sobre isso. "O governador já me ofereceu secretarias e entendeu minha recusa. Ele agora quer que eu tenha uma atuação mais política e que esteja próxima aos prefeitos, já que como prefeita, conheço bem as dificuldades e as necessidades"

Ela destacou ainda que "quer trabalhar naquilo que estiver dentro da minha capacidade. Para Simone este segundo mandato será mais fácil, "pois o André já pavimentou sua gestão e fez investimentos para deixar o Estado preparado até 2030.

Leia Também