Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

SIG vai compor força-tarefa para investigar assassinatos em série

7 OUT 2008Por 13h:49
     

                O Serviço de Investigações Gerais (SIG) vai compor a força-tarefa criada para investigar os assassinatos em série que estão acontecendo desde julho em Rio Brilhante. Em todos os casos, os corpos estão em posição de crucificação. Nesta terça-feira, o corpo de Gleice Kelly da Silva, foi encontrado semi-nú, também em posição de crucificação. Este é terceiro caso registrado no município. Em agosto, o corpo de Letícia Neves de Oliveira, de 22 anos, foi encontrado sobre um túmulo, no cemitério da cidade. Um mês antes, em 24 de julho, Catalino Gardena, de 30 anos, foi morto a facada. O corpo dele foi colocado em posição de crucificação. Além disso, o assassino escreveu a inscrição INRI a faca, no peito da vítima.

                 

                 

Leia Também