Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Showtec vai trazer 500 novas tecnologias para produtores de MS

23 JAN 10 - 07h:58ADRIANA MOLINA
O Showtec, que acontece de 2 a 4 de fevereiro, foi lançado ontem, e neste ano vai ampliar em 20% o número de novas tecnologias apresentadas aos agricultores de Mato Grosso do Sul. Serão mais de 500 demonstrações. A Fundação MS – realizadora do evento, que está em sua 14ª edição – espera com isso receber mais de 10 mil produtores nos dias de campo. A programação conta com a demonstração de mais de 60 variedades de soja; 100 híbridos de milho; cultivares de sorgo e girassol; lançamento de novas máquinas e implementos agrícolas; novas ferramentas para agricultura de precisão. Há ainda a apresentação de culturas e tecnologias para produção de biocombustíveis e projetos voltados à agricultura familiar. Segundo Dirceu Luiz Broch, diretor executivo da Fundação MS, todas as tecnologias à mostra no Showtec foram amplamente testadas por pesquisadores, inclusive da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Emprapa) e tiveram resultados surpreendentes. Uma delas é o plantio direto da soja sobre a palha de milho com a integração de pastagem. “Em quatro safras nesse sistema tivemos resultados significativos. Conseguimos aumentar em 24 sacas a produção de soja por hectare”, conta. Diversificação O evento não contempla apenas a agricultura. O Showtec incentiva a diversificação na propriedade rural, com o objetivo de adequar a produção frente as constantes mudanças climáticas. As Embrapas Soja (de Dourados) e Gado de Corte (de Campo Grande) estarão juntas para mostrar as vantagens da integração entre lavoura, pecuária e a produção de florestas. Haverá demonstração de espécies forrageiras, apresentação de técnicas de manejo, nutrição e sanidade animal. Para Rafael Alves, chefe-geral da Embrapa Gado de Corte, atualmente, a diversificação é o caminho mais seguro e promissor para o produtor rural. “É um sistema que gera sustentabilidade, uma coisa deixou de ser discurso e passou a ser necessidade no campo. E a integração lavoura, pecuária e florestas é um exemplo disso”, disse.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

VETO

Governo recua e não vai mais distribuir 100% do lucro do FGTS com trabalhadores

PRIMEIRA INSTÂNCIA

TRF-4 nega recurso de Lula para anular provas no caso do Instituto

MERCADO FINANCEIRO

Dólar fecha abaixo de R$ 4,10 pela primeira vez em mais de um mês

CBF define os confrontos da primeira fase da Copa do Brasil
SORTEIO

CBF define os confrontos da primeira fase da Copa do Brasil

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião