Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

INDÚSTRIAS

Setor têxtil quer redução de tributos

3 JUN 2011Por da redação10h:27

A Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias do Setor Têxtil, Vestuário, Couro e Calçados defendeu, na última quarta-feira (1), na Câmara dos Deputados, medidas para reduzir os tributos do setor.

Segundo a presidente da confederação, Eunice Cabral, a redução de impostos poderia diminuir a informalidade, que aumentaria a base de tributação. O efeito, de acordo com ela, seria o aumento da arrecadação, mesmo com a redução do percentual individual cobrado de cada empresa.

Outras medidas
Além da redução de impostos, foram discutidas medidas que visam aumentar a competitividade do setor. Um dos participantes do encontro, o empresário Vicente Donini, disse que a Frente Parlamentar da Indústria Têxtil e Confecção deve pressionar o governo a mudar a política de juros, de encargos sociais, de logística e de custos da energia.

Para ele, não são os produtos chineses que atrapalham o desenvolvimento da indústria brasileira, e, sim, “brasileiros que não tem compromisso com o desenvolvimento nacional”, declarou, segundo a Agência Câmara.

Já o deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) e coordenador da frente em São Paulo afirmou que a discussão conjunta de medidas por empresários, trabalhadores e associações indica o esforço do setor em recuperar sua importância econômica.

O parlamentar disse ainda que a indústria têxtil sempre ocupou um papel importante no desenvolvimento econômico do País. “Temos que continuar sendo competitivos”, afirmou, ressaltando que o Congresso Nacional pode ajudar a consolidar medidas para alavancar a retomada do crescimento do setor.

(com informações do Infomoney)
 

Leia Também