sábado, 21 de julho de 2018

Setor florestal terá núcleo de apoio científico

24 JUN 2010Por 20h:18
     

Empresários, fundações e pesquisadores passam a integrar o grupo científico que dará suporte ao Programa Estadual de Pesquisa Agroflorestal. O protocolo de intenções entre o governo do Estado ? por intermédio das Secretarias de Produção (Seprotur) e Meio Ambiente (Semac), Associação dos Produtores e Consumidores de Florestas Plantadas (Reflore/MS) e a Embrapa Florestas, foi assinado hoje oficializando a criação da "rede" de projetos e pesquisas agroflorestais de Mato Grosso do Sul.

Integrado ao contexto do Plano Estadual para o Desenvolvimento Sustentável de Florestas Plantadas de Mato Grosso do Sul (PEF/MS) ? que contempla em suas estratégias o desenvolvimento tecnológico em integração com os diversos agentes públicos e privados que atuam neste segmento produtivo ? a formalização do grupo científico é o primeiro passo para a execução de trabalhos de pesquisa agropecuária voltada ao setor de florestas.

Leia Também