quinta, 19 de julho de 2018

Setor de serviços gerou 5,8 mil vagas em Mato Grosso do Sul

16 SET 2010Por 12h:15
     Foram divulgados nesta manhã os dados do relatório de empregos formais no estado de Mato Grosso do Sul do mês de agosto, com informações do economista Áureo Torres, da Funsat.
                                  Os gráficos demonstram que neste mês o setor de serviços teve o maior índice de admissão, com 5.817 empregados e a maior variação entre admitidos e desligados foi na construção civil, com índice de 1,67%.
                                  Comparando com os dados de janeiro até agosto, o setor extrativista mineral teve a maior taxa de variação, com 10,91%. Saldo positivo de admissões e desligamentos na indústria da transformação, seguida pelo comércio e pelo  setor de serviços.
                                  O setor extrativista mineral tem o menor número de estoque de empregos e o maior é o setor de serviços, ocupando 31,95% desse estoque.
                                  Os dados demonstram também que Mato Grosso do Sul é o 8º no ranking de variação relativa de empregos.
                                O número total de admissões é de 21.584 e de demissões é de 19.646, com saldo de 1.948 empregos formais no mês de agosto.
        
                                  
                                  

Leia Também