Sábado, 16 de Dezembro de 2017

VIOLÊNCIA

Sete suspeitos de matar ex-miss em assalto são presos na Venezuela

9 JAN 2014Por g111h:15

O ministro da Justiça da Venezuela, Miguel Rodríguez, informou que foram presos os "autores materiais" do assassino da ex-rainha da beleza Mónica Spear e de seu marido, depois de informar anteriormente que sete pessoas haviam sido detidas neste caso.

"Entre os detidos, se encontram os autores materiais do duplo homicídio de Mónica Spear eThomas Henry", escreveu Rodríguez em seu Twitter, sem dar maiores detalhes.

Na noite de quarta-feira, o Ministério Público informou a captura de sete suspeitos ligados ao crime, com os quais foram encontrados objetos das vítimas.

Finalista do Miss Universo em 2005 e atriz da rede americana Telemundo, Mónica Spear e seu marido, Thomas Henry Berry, 39, foram mortos a tiros dentro do carro em um acostamento, depois de bater o veículo em um objeto colocado propositalmente em uma estrada entre Puerto Cabello e Valencia, a terceira maior cidade do país.

Maya, filha de cinco anos da ex-miss, ficou ferida. Seu quadro é estável até o momento. Ela ainda não sabe da morte dos pais, segundo a família.

Segundo a reconstituição do crime, o automóvel da atriz caiu em uma emboscada. Quando os criminosos se aproximaram, Mónica e o marido tentaram se trancar no veículo e foram mortos a tiros.

O presidente Nicolás Maduro propôs na quarta-feira um plano contra a criminalidade e de pacificação da Venezuela, ao criar uma comissão integrada por governadores e prefeitos das regiões mais violentas do país.

Leia Também