segunda, 23 de julho de 2018

IBGE

Sete cidades tiveram crescimento populacional acima do esperado

2 NOV 2010Por ANAHI ZURUTUZA04h:20

Sete municípios de Mato Grosso do Sul tiveram crescimento populacional acima do que era estimado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ontem, o instituto divulgou dados parciais já somando os últimos dias de coleta de informações do Censo 2010. Conforme publicado no site do órgão, em Angélica, Chapadão do Sul, Corguinho, Maracaju, Nova Alvorada do Sul, Taquarussu e Terenos, a soma da quantidade de habitantes ficou ao menos 10% acima da expectativa.

A população de Nova Alvorada do Sul ficou 27% acima do que era estimado. O Censo 2010 contabilizou 16.207 pessoas vivendo na cidade. Em relação à última contagem populacional realizada no Brasil, em 2007, Nova Alvorada ganhou 4.181 novos habitantes, aumento de 34% no número de moradores, já que, há três anos, viviam no município 12.026.

A segunda cidade que teve maior crescimento populacional é Angélica, onde a soma dos habitantes ficou 18% acima do que esperava o IBGE. De 2007 para este ano, a cidade registrou aumento de 22% no número de habitantes, ganhando 1.626. Há três anos viviam no município 7.253 pessoas, hoje, são 8.879 moradores.

De acordo com o IBGE, a população de Maracaju ficou 15% acima da estimativa, Corguinho e Terenos ficaram 11%, e Chapadão do Sul e Taquarussu superaram a expectativa em pouco mais de 10%.

Campo Grande
Até agora, o IBGE contabilizou 765.174 pessoas vivendo na Capital. São 40.650 novos habitantes em relação a 2007, quando 724.524 moravam em Campo Grande. O aumento em relação ao último Censo é de 5%. Em relação à quantidade de habitantes que seriam recenseados este ano, a Capital superou a expectativa do IBGE em 1%. (AZ)

Leia Também