Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CAMPO GRANDE

Sesc Camillo Boni abre inscrições para colônia de férias

10 JUL 12 - 00h:00DA REDAÇÃO

O Sesc Camillo Boni, em Campo Grande, integrante do Sistema Fecomércio (Federação do Comércio) de Mato Grosso do Sul, está com inscrições abertas para a colônia de férias que vai oferecer cinco dias de atividades. A programação começa no dia 16 de julho e vai até o dia 20, sempre das 13h às 17h, voltada a crianças com idade entre sete e 13 anos.

O tema desta vez são os Jogos Olímpicos. A cada dia o grupo Chicomaria fará uma recepção para as crianças, sempre tendo como foco a temática olímpica. Nos ginásios da unidade haverá estações com várias modalidades esportivas, uma forma de incentivar a prática esportiva.

Em cada quadra uma atividade esportiva, incluindo modalidades adaptadas, como vôlei. Também será montado o “Cantinho da Alegria”, com jogos de mesa, DVD e som.

As crianças terão uma tarde cultural, com passeio ao SESC Horto onde assistirão um filme do CineSesc que também aborda o assunto tema desta edição da colônia de férias. Durante os cinco dias as crianças receberão lanches saudáveis, sempre incluindo frutas para incentivas a boa alimentação. Também haverá um jogo de perguntas e respostas para incentivar o raciocínio durante a oficina Corrida da Saúde.

Mais informações sobre a colônia de férias podem ser obtidas pelo telefone (67) 3357-1100. O SESC Camillo Boni está localizado na Av. Afonso Pena, 3.469 , Jardim dos Estados.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Vasco entra no STJD com pedido de impugnação do jogo contra o Grêmio no Sul
BRASILEIRÃO

Vasco entra no STJD com pedido para impugnar partida

PRESIDENTE DA CCJ

Proposta sobre pacto federativo começará no Senado, diz Simone

Em início de noite violenta, duas pessoas são assassinadas
DOURADOS

Em início de noite violenta, duas pessoas são assassinadas

ECONOMIA

Em menos de 5 anos, País terá de voltar a discutir capitalização, diz secretário

Mais Lidas