Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Servidores terão reajustes de até 9,67% em maio

29 ABR 10 - 06h:07
Flávio Paes

A partir de 1º de  maio os salários dos servidores municipais terão reajuste linear de 5,3%, enquanto algumas categorias,  com escolaridade até  o nível médio, vão receber 9,67%. A  revisão salarial foi confirmada ontem pelo secretário de Administração, Jorge Martins, na Escola de Governo, num encontro com representantes do funcionalismo.
 Segundo o secretário,  o aumento linear será concedido aos ocupantes de  cargos de confiança, procuradores municipais, auditores fiscais e servidores com referência de 14 a 16.
O tesoureiro do Sindicato dos Servidores Municipais (Sisem), Oscar Mendes, explica que os contemplados com o maior reajuste (quase 10%) representam 70% do funcionalismo, em torno de 10 mil funcionários. São os salários mais defasados na estrutura do funcionalismo,  entre R$ 510,00  e R$ 690,00
Para os servidores com nível médio, os salários vão de R$ 572,00 a R$ 795,00 para quem está no início da carreira e de R$ 752,00 a R$ 1.406,00 aos que estão há mais tempo no serviço público.
O secretário Jorge Martins admite que os índices não são o que os servidores esperavam, “mas é o que a prefeitura pode dar neste momento”, porque ainda enfrenta problemas com quedas nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios e do Fundo de Participação dos Estados.

Secretários de escola
 O secretário explicou, ainda, que a prefeitura, atendendo reivindicação dos secretários de escolas, desde 2007, vai excluir a função gratificada e dispensar à categoria o mesmo tratamento que a diretores e diretores-adjuntos. Além disso, a função só será ocupada por funcionários concursados.

Plano de cargos
Além do reajuste salarial, foi criada uma comissão que vai  reformular o Plano de Cargos  e Carreiras do funcionalismo. A atual legislação já tem 23 anos.  Entre as demandas do funcionalismo que serão avaliadas está a elevação da gratificação por tempo de serviço (de 5% para 10%, como era até a administração de André Puccinelli) e a criação de um adicional por capacitação profissional.
 
Extraordinária
 Os professores se reúnem hoje em assembleia para decidir entre um reajuste linear de 6% e a incorporação da gratificação de regência de classe (de 50%) ao salário-base, que garante incremento salarial de 11,53% para quem tem mais tempo de carreira.
Na sexta-feira a Câmara Municipal se reúne em sessão extraordinária para deliberar sobre os projetos de revisão de salário do funcionalismo enviada hoje ao Legislativo. A folha de pagamento do funcionalismo hoje chega a R$ 40 milhões. Só o aumento dos professores vai gerar uma despesa adicional de R$ 600 mil por mês. Ainda falta definir o reajuste dos médicos.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Considerada cidade do algodão, Chapadão do Sul comemora 32 anos de emancipação
FELIZ ANIVERSÁRIO

Considerada cidade do algodão, Chapadão do Sul comemora 32 anos de emancipação

Diretor de presídio federal diz que Name não precisa de ajuda
CRIME ORGANIZADO

Diretor de presídio diz que Name não precisa de ajuda

STF retoma julgamento sobre prisão após condenação em 2ª instância
BRASÍLIA

STF retoma julgamento sobre prisão após condenação em 2ª instância

Deputados cobram vistoria <br>contra incêndio em hospitais
RISCOS

Deputados cobram vistoria contra incêndio em hospitais

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião