domingo, 22 de julho de 2018

Servidores da Funasa entram em greve por tempo indeterminado

2 JUL 2008Por 19h:40
     

        Servidores da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) que trabalham em aldeias indígenas em Mato grosso do Sul deflagraram greve hoje (2).Os funcionários reivindicam a volta de uma indenização e plano de carreiras para a categoria. Com a greve todo o atendimento que é realizado nas aldeias está suspenso. A paralisação é por tempo indeterminado.


        

Os 739 profissionais que trabalham nas aldeias, mas que não são servidores, não estão em greve. Somente os atendimentos de urgência estão mantidos. Desde que a Funasa assumiu a saúde indígena, em 1999, os servidores recebiam R$ 26 por dia trabalhado, agora o abono foi cortado.


        

Uma medida provisória de maio deste ano criou uma gratificação de R$ 590 em substituição à indenização. No entanto, nem todos os servidores vão receber.

Leia Também