Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

PERÍCIA E IDENTIFICAÇÃO DE MS

Serviços das unidades serão padronizados

23 MAR 2011Por DA REDAÇÃO00h:02

Com nova gestão, o Departamento de Apoio às Unidades Regionais (DAUR), responsável por gerenciar as atividades das Unidades Regionais de Perícia e Identificação, localizadas no interior do Estado, terá este ano novas atividades, entre elas a de padronizar os serviços prestados por estas unidades.

A perita criminal Rosely de Miranda Bispo assumiu neste mês a DAUR, após passar pelo interior do Estado e pelo Instituto de Criminalística. Uma das primeiras ações foi se reunir com os coordenadores das 11 unidades regionais de Perícia e Identificação e diretores dos institutos da Coordenadoria Geral de Perícias, na semana passada, na Escola de Saúde do Governo.

Entre os assuntos, a nova diretora do DAUR falou sobre melhoria de atendimento ao cidadão-usuário, necessidades a serem supridas, além de metas e procedimentos que serão implantados em todas as unidades. “Vamos fazer visitas àquelas unidades do interior para conhecer o trabalho com ações de padronização e correção, ou seja, deixar mais uniformes os serviços de fluxo de documentos, de procedimentos internos e externos, igual ao que é realizado em Campo Grande”, informou Rosely.

De acordo com Rosely de Miranda Bispo, as visitas vão proporcionar maior aproximação entre a direção e os servidores das 11 unidades do interior e otimizar os diversos serviços prestados à população. “Assumimos o Departamento com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade e harmonizar as atividades operacionais e dar o suporte administrativo”, ressaltou.

As unidades do interior realizam os serviços nas áreas de identificação, criminalística e medicina legal. As atividades do Instituto de Análises Laboratoriais Forenses (Ialf) estão concentradas em Campo Grande. No interior as unidades funcionam em espaços físicos descentralizados ou em delegacias.

Concurso

A diretora do DAUR informou ainda que estas unidades do interior vão ganhar reforço de efetivo. No mês de abril, a Academia de Polícia Civil forma 19 peritos papiloscopistas e 30 peritos criminais.

Devem receber os novos profissionais papiloscopistas os municípios de Campo Grande, Coxim, Dourados, Ponta Porã, Água Clara, Brasilândia, Pedro Gomes, Rio Verde, Aquidauana, Deodápolis, Eldorado, Itaquiraí, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Santa Rita do Pardo e Taquarussu.

Leia Também