segunda, 16 de julho de 2018

Serralheiro é executado e deixado em forma de cruz

1 JAN 2009Por 21h:45
     

        Antonio Viegas, Dourados

Na madrugada de hoje, um assassinato ocorrido em Dourados intrigou as autoridades policiais. O serralheiro Artur de Lima Mariano, 29, morador no Bairro Canaã IV, foi encontrado morto numa rua próximo à sua casa, com dois tiros e aproximadamente 15 facadas. O detalhe é que o corpo estava posicionado como se tivesse sido crucificado. Da mesma forma como o "maníaco da cruz", de Rio Brilhante, deixou as três pessoas que confessou ter matado naquele município.

Segundo informações extra-oficiais, que teriam partido de testemunhas, pelo menos quatro pessoas teriam participado da execução. Pouco antes de ser morto ele participava de uma festa de confraternização na residência de um cunhado, identificado como "Zé Galinha". Artur estava acompanhado da namorada Daniele Santos Gomes, com quem em determinado momento da festa teve uma discussão.

Em seguida, como passou a agredir a jovem, um grupo de pessoas se revoltou e teria cometido o assassinato. Até a tarde de ontem os participantes no crime ainda não haviam sido identificado e a polícia espera solucionar o caso ainda na manhã de hoje. Pessoas que se encontravam na festa deverão ser convocadas para prestar depoimentos.

        Além da crueldade do ato as autoridades querem saber o que motivou o grupo a deixar a vítima em posição de crucificação.

Leia Também