Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 12 de dezembro de 2018

Serra volta a subir e abre 9 pontos de Dilma

28 MAR 2010Por 00h:45
Pesquisa Datafolha divulgada ontem mostra o pré-candidato do PSDB à Presidência, o governador de São Paulo, José Serra, nove pontos à frente da pré-candidata do PT, a ministra Dilma Rousseff. Segundo o levantamento, realizado nos dias 25 e 26 de março, o tucano tem 36% das intenções de voto, enquanto a petista aparece com 27%. Há um mês, eles tinham 32% e 28%, respectivamente, no mesmo cenário. O deputado federal Ciro Gomes (CE), pré-candidato do PSB, ficou com 11%, de 12% na pesquisa de fevereiro, e a pré-candidata do PV, senadora Marina Silva (AC) permaneceu estacionada com 8%. Dos 4.158 brasileiros com mais de 16 anos entrevistados, 7% disseram que vão votar branco, nulo ou estão indecisos e 11% não souberam responder. No cenário de segundo turno, numa eventual disputa entre Serra e Dilma, o tucano também venceria por uma diferença de nove pontos. Serra aparece com 48%, contra 39% de Dilma. Em fevereiro, os porcentuais eram de 45% e 41%, respectivamente. De acordo com o Datafolha, o pré-candidato Ciro Gomes registrou o maior índice de rejeição entre os presidenciáveis neste mês, com 26%, seguido por Serra, com 25%. Dilma aparece na sequência, com 23%, e Marina Silva tem 22%. Em fevereiro, Serra liderava as rejeições, com 26%, enquanto Dilma e Ciro tinham 23% e 21%, respectivamente. A précandidata do PV tinha 19% de rejeição no mês passado. O levantamento tem margem de erro de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa Datafolha foi registrada sob o número 6617/2010. Repercussão Os tucanos ficaram satisfeitos com o resultado da pesquisa Datafolha. “Essa será uma disputa muito dura, mas nós estamos crescendo”, comemorou o presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE). “É uma fantasia do PT achar que as coisas estavam todas resolvidas para o lado da Dilma”, completou. “A pesquisa é muito positiva para a campanha porque desmistifica a ideia de que havia uma tendência de queda de Serra e um crescimento de Dilma”, disse o deputado Jutahy Magalhães (PSDB-BA). Apesar de a diferença ter aumentado entre os dois principais candidatos à sucessão de Lula, os governistas avaliaram que a pesquisa Datafolha é “positiva” para Dilma. Na opinião do deputado José Genoino (PTSP), os números mostram que o nome da ministra está consolidado no eleitorado brasileiro. “A pesquisa é muito positiva, mostra que a Dilma está fortalecida. Ter 27% é um excelente começo”, disse o petista. Sobre o crescimento de José Serra, o deputado afirma que “houve um mero ajuste”. “Lula e as nossas alianças vão transferir ainda mais votos (para Dilma)”, acredita.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também