Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 12 de dezembro de 2018

Disputa eleitoral

Serra é o melhor candidato a prefeito, afirma Alckmin

30 MAR 2011Por Folha17h:36

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse ontem que o ex-governador José Serra "é o melhor nome" para a disputa pela prefeitura da capital no ano que vem.

Embora Alckmin já tenha discutido a hipótese entre aliados, essa foi a primeira vez que o governador explicitou sua preferência. Serra resiste à ideia.

"O Serra é o candidato mais expressivo, o melhor nome, com força para a eleição", disse Alckmin, ressalvando que "não é para discutirmos isso agora".

Apesar da pressão interna, Serra rechaça a hipótese de concorrer à prefeitura. Em recente reunião com vereadores, ele reagiu indignado à pressão para que concorra no ano que vem.
Segundo participantes, Serra disse não ter aberto mão de um projeto nacional.

Ontem, ele se recusou a falar sobre essa reunião.

Entre aliados de Alckmin, o nome de Serra é apontado como único capaz de preservar a aliança do PSDB com o prefeito Gilberto Kassab. Recém-saído do DEM para fundação do novo partido, Kassab repete que só não enfrentaria Serra nas urnas.

Questionado sobre a criação do PSD, Alckmin não escondeu sua contrariedade.

"Sobre o PSD, o meu pai sempre me recomendava: "Filho, lembre-se de Santo Antônio de Pádua. Quando não puder falar bem, não diga nada'", afirmou, acrescentando, minutos depois, que a máxima também se aplica à filiação de seu vice, Guilherme Afif Domingues.

Alckmin declarou sua simpatia pela candidatura de Serra, enquanto esperava o ex-governador para que deixassem Brasília com destino a São Paulo. Serra e Alckmin viajaram juntos para Brasília, onde participaram da cerimônia em celebração aos dez anos da morte do ex-governador Mario Covas.

PACIFICAÇÃO

Além da candidatura de Serra, Alckmin defendeu ontem a criação de um conselho político no PSDB com objetivo de pacificar a disputa pela presidência do partido.

A ideia seria nomear Serra para a presidência do conselho, garantindo a reeleição do deputado Sérgio Guerra (PE) para a presidência da legenda.

A articulação conta, segundo tucanos, com o apoio do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também