segunda, 16 de julho de 2018

Senador paraguaio diz que sobreviveu a atentado por milagre

27 ABR 2010Por 14h:15
     

        O senador paraguaio Robert Acevedo, vítima de um atentado que matou dois de seus guarda-costas na véspera, acusou nesta terça-feira (27) traficantes de drogas com ligações internacionais pelo ataque. O atentado ocorreu em Pedro Juan Caballero, próximo à fronteira com o Mato Grosso do Sul.  Em entrevista por telefone, o chefe da polícia da região de Pedro Juan Caballero confirmou a detenção de dois brasileiros suspeitos do crime. De acordo com Francisco González, os detidos são Eduardo da Silva, de 27 anos, e Nevaílton Marcos Cordeiro, de 34. Eles teriam antecedentes criminais no Brasil e estavam ilegais no Paraguai.

        Com informações do site G1

         

Leia Também