Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Senador do Paraguai fica ferido durante atentado e dois morrem

Senador do Paraguai fica ferido durante atentado e dois morrem
27/04/2010 08:26 -


EDILSON JOSÉ ALVES, PONTA PORÃ

O senador do Partido Liberal Robert Acevedo foi vítima de atentado a tiros no início da noite de ontem no perímetro urbano de Pedro Juan Caballero a poucos metros da divisa com Ponta Porã (MS). Os pistoleiros estariam em uma caminhonete Ford Ranger e, após fazer os disparos que balearam o político e mataram duas pessoas, fugiram em alta velocidade.
Segundo as informações da Polícia Nacional, Acevedo sofreu o atentado no momento em que estava acompanhado do seu motorista particular Floriano Alonso e do segurança Richard Martinez. O senador estava numa caminhonete Toyota Ranner quando, na confluência das ruas Alberdi com Natalício Talavera, nas proximidades do terminal rodoviário municipal de Pedro Juan Caballero, os pistoleiros começaram a disparar com fuzis e metralhadoras.
Os tiros mataram na hora o segurança e o motorista e deixaram Acevedo baleado no rosto e em um dos braços. Ele foi socorrido e encaminhado à Clínica San Lucas, no centro de Pedro Juan Caballero, onde foi submetido a cirurgia. O veículo utilizado pelos pistoleiros foi abandonado e incendiado na avenida Carlos Domingos, no Bairro San Juan Neuman, no lado paraguaio da fronteira.

Carreira
Robert Acevedo se notabilizou como um político que atua de forma veemente contra o crime organizado no Paraguai. Constantemente ele aparece nos noticiários policiais denunciando facções criminosas e grupos que teriam adotado o seu país como paraíso para a produção de maconha e como entreposto da cocaína oriunda de países como Colômbia e Bolívia.
Há cerca de um mês ele interceptou um caminhão que estava carregado com madeira sem licença ambiental e deu voz de prisão ao motorista. Ele acionou a Polícia Nacional enquanto ficou segurando o suposto contrabando. A atuação dele recebeu críticas por parte da oposição.
Em 2001, Acevedo foi eleito vereador em Pedro Juan Caballero; depois deputado estadual, prefeito e governador do Departamento del Amambay. Nas últimas eleições, foi eleito senador. Em 2008, recebeu prêmio no Foro Internacional de Justiça em Campo Grande pela sua luta contra o narcotráfico.

Felpuda


As pré-candidaturas bizarras estão se espalhando nas redes sociais, nos perfis de quem acredita que esse tipo de “campanha eleitoral” poderá resultar em votos e até levar à conquista de uma vaga na Câmara Municipal de Campo Grande. Se antes isso era visto apenas no horário eleitoral na TV, agora está se espalhado como erva daninha nas redes. Como diria vovó: “Esse povo ainda se acha!” Afe!