Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FIM DA PRESIDÊNCIA

Senado aprova impeachment contra Fernando Lugo

Senado aprova impeachment contra Fernando Lugo
22/06/2012 17:32 - terra


O Senado paraguaio aprovou, no final da tarde desta sexta-feira, o processo de impeachment contra o presidente Fernando Lugo. O pedido havia sido aprovado por quase unanimidade (73 votos a 1) na quinta-feira na Câmara dos deputados, e chegou ontem mesmo à casa dos senadores. A decisão implica no fim da presidência de Lugo, desde 2008 no poder; seu mandato iria até agosto de 2013.

Os trabalhos no Senado começaram hoje por volta do meio-dia, quando a equipe de defesa de Lugo se pronunciou, sem a presença do presidente, por cerca de duas horas. Seguiram-se apreciações dos senadores e nova rodada de manifestações da acusação dos deputados e dos advogados do mandatário. Assim, o impeachment foi sugerido e aprovado em menos de 36h.

Enquanto as partes presentes no Senado debatiam o futuro do presidente, a comunidade latino-americana chamava forte atenção para o processo político em curso no Paraguai. A manifestação mais forte foi da União das Nações Sul-americanas, que, por meio de uma equipe especial de chanceleres enviada a Assunção, declarou que o impeachment significaria uma ameaça à ordem constitucional e à democracia na América Latina. No horizonte, acena-se para um isolamento político do país.

Fernando Lugo, ex-bispo eleito em 2008 pela Aliança Patriótica para a Mudança (Alianza Patriótica para el Cambio), primeiro anunciou que aceitaria o julgamento, embora declinasse qualquer chance de renúncia. Hoje, contrariando as expectativas, Lugo não se fez presente no Senado e, mais tarde, anunciou que respeitaria o julgamento do Senado.

Felpuda


Dois pedidos de desculpas, de autorias diferentes, foram assuntos muito comentados nas redes sociais com críticas ácidas às suas declarações, até porque os envolvidos não só os usaram despropositadamente, como tiveram de voltar a eles para se redimirem. Um deles, inclusive, quase criou uma crise política da-que-las, o que obrigou seu pai, figurinha carimbada, a pular miúdo para colocar panos quentes sobre a questão. Essa gente!...