terça, 17 de julho de 2018

Semana da Filosofia discutirá valores pessoais

13 NOV 2010Por OSCAR ROCHA00h:30

Em um momento em que questões como aborto, religiosidade, união civil de pessoas do mesmo sexo e família estão em evidência – como pode ser visto na disputa presidencial deste ano – questões como os valores pessoais são colocados em xeque. Uma boa maneira de refletir sobre a questão é acompanhar como o pensamento filosófico analisa aspectos éticos, que norteiam  qualquer posicionamento polêmico da sociedade, ao longo da história. É isso que acontecerá na 1ª Semana de Filosofia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, que se inicia na terça-feira e prossegue até sexta-feira, sempre às 19h, no Anfiteatro da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

“A escolha do tema partiu, inicialmente, dos alunos do curso que queriam discutir questões relativas aos valores  e como a filosofia vem tratando o assunto. Ao mesmo tempo, tivemos há pouco tempo a eleição presidencial que debateu muito a questão dos valores. Sem contar que muitos destacam na atualidade a crise de valores que a sociedade estaria sofrendo”, explica o coordenador do evento, Ronaldo José Moraca.  

As palestras destacarão os seguintes recortes do tema: “Linguagem e poder”, “Pathos ‘versus’ ethos”, “Rorty e o local da ética no debate contemporâneo”, “Vontade: um paradoxo da ética aristotélica”, “Filosofia como sistema de vida e a questão da ética em pesquisa”, “Ética, trabalho e ser social em Marx e Lukács: considerações  iniciais” e  “Contornos do problema da fundamentação ética”.

No caso de “Pathos ‘versus’ ethos”, que será proferida pelo professor Stefan V. Krastanov (UFMS), a intenção é analisar, a partir da obra de vários pensadores ao longo da história, como Platão, Nietzsche, Camus, Sartre, Hegel, a consciência ética e seus desdobramentos. “A ética busca a finitude, a conservação, a organização”, aponta o professor. No decorrer do tempo, a verdade absoluta passa a ser questionada e se estabelece o pluralismo de valores, abrindo o campo da reflexão. As discussões durante a Semana de Filosofia podem interessar, não somente ao público acadêmico, mas também a toda comunidade em geral. A entrada é franca.  

Leia Também