terça, 17 de julho de 2018

CURIOSIDADE

Sem usar dinheiro, jovem dá 10 dicas de economia

25 OUT 2010Por ÉPOCA NEGÓCIOS 10h:18

O americano Josh Stevens está há seis meses sem usar dinheiro. Literalmente. O rapaz de 28 anos iniciou em maio sua participação em um concurso promovido pelo Groupon.com, um site de compras coletivas, com 13 milhões de cadastrados. O desafio enfrentado por Josh é simples, pelo menos em teoria. Ao invés de dólares, ele usa os cupons para compra de serviços e mercadorias fornecidos pelo Groupon.com para pagar por tudo o que é necessário para sua sobrevivência.

Os sites de compras coletivas, em parceria com empresas, oferecem descontos de até 90% para os produtos oferecidos por elas. A iniciativa, lançada há poucos anos, já virou mania em muitos países. O Groupon, por exemplo, tornou-se a segunda companhia da história americana a atingir mais rápido a marca de US$ 1 bilhão, perdendo somente para o YouTube.

Stevens também terá sua parte nos bons resultados da empresa. Se o americano conseguir sobreviver somente a base de cupons durante um ano, até maio de 2011, ele receberá em troca um prêmio de US$ 100 mil. Enquanto isso, ele passeia de sofá em sofá pelos Estados Unidos e descobre as mais diferentes coisas sobre hábitos de consumo. A experiência também mudou suas perspectivas. Antes decidido a fazer administração, ele pensa agora em outras possibilidades.

“Eu estou fazendo muito networking, conhecendo bastante o país [Estados Unidos]. Talvez eu desista de fazer administração. Outra oportunidade de emprego pode surgir, e eu posso aceitá-la. Se esta experiência me ensinou alguma coisa é que devemos deixar a porta aberta para todas as possibilidades e saber aproveitá-las”, disse Stevens à revista americana Forbes.

Nos últimos seis meses, o americano diz ter aprendido várias dicas para economizar. Confira dez delas:

Negocie: não assuma que os preços das etiquetas são definitivos. Decida quanto você está disposto a pagar e barganhe

Nunca pague para acessar a internet: Aproveite a rede wireless de seu vizinho. Vá a uma cafeteria próxima à sua casa ou ao lobby do hotel

Aproveite os refis: Se você gosta de tomar refrigerante, não pague por mais de um por refeição. Nos restaurantes que oferecem essa opção, opte por ela

Leve os ‘brindes’ dos hotéis: Nunca saia de um quarto de hotel sem levar uma pequena sacola com as miniaturas de xampu, condicionador e sabonetes. Não se esqueça também de pegar canetas e blocos de anotação

Nunca pague por telefone: Desista da sua linha de telefone fixo, assim como do seu celular. Para economizar, cadastre-se no Google Voice ou no Skype, que oferecem serviços gratuitos ou bem mais baratos do que as operadoras

Aproveite o couch-surfing: Feito informalmente ou por sites especializados, o couch-surfing é uma boa maneira de economizar na hospedagem. O serviço permite que se durma na casa de desconhecidos dispostos a receber hóspedes de graça ou por um valor simbólico

Aproveite eventos gratuitos: Parques públicos, museus que não cobram entrada, feiras na rua - tudo isso e muito mais pode ser aproveitado sem se gastar um tostão

Use clubes de compra coletiva: os descontos oferecidos pelos sites costumam compensar. No Brasil, alguns dos maiores são: Peixe Urbano, Clube Urbano e ClickOn

Perca-se: Algumas vezes, a melhor maneira de descobrir uma cidade é simplesmente andar sem rumo nem direção por ela

Procure um patrocinador: Se você tem alguma idéia de viagem ou projeto, mas não tem dinheiro para isto, faça um site, trabalhe nas mídias sociais e vá atrás de patrocinadores

Leia Também