Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

REFORMA AGRÁRIA

Sem-terra querem 15 mil hectares do reverendo Moon

7 SET 12 - 00h:00CELSO BEJARANO

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Mato Grosso do Sul (Fetagri-MS), informou que vai pressionar o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) pela desapropriação de quatro fazendas, uma extensão de 15 mil hectares, o equivalente a 45% das propriedades rurais da Associação das Famílias para Unificação e Paz Mundial, entidade religiosa fundada por Sun Myung Moon, o reverendo Moon, morto no domingo passado.

Entre as fazendas reivindicadas, três delas, a estância Capão do Mutum (134 hectares), Jamaica (2.733 hectares) e Jangada (2.381 hectares) – ficam uma ao lado da outra -, deveriam ter sido desapropriadas em 12 de dezembro de 2005, quase sete anos atrás, quando o presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), por meio de decreto, considerou a área como de interesse social para a reforma agrária.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

39 QUILOS DE COCAÍNA

Defesa volta a pedir acesso à investigação sobre sargento da FAB

RASTRO DE DESTRUIÇÃO

Recuperação de cidade afetada por rompimento de barragem na BA poderá levar meses

Vasco entra no STJD com pedido de impugnação do jogo contra o Grêmio no Sul
BRASILEIRÃO

Vasco entra no STJD com pedido para impugnar partida

PRESIDENTE DA CCJ

Proposta sobre pacto federativo começará no Senado, diz Simone

Mais Lidas