Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

Sem surpresa, André vence a eleição para governador

4 OUT 2010Por LIDIANE KOBER00h:00



Sem surpresas, o governador André Puccinelli (PMDB) venceu ontem as eleições com 56% dos votos válidos. O petista José Orcírio dos Santos recebeu o apoio de 42,5% dos eleitores sul-mato-grossenses e Nei Braga (PSOL) de 1,51%. A vantagem de 13,5 pontos percentuais do peemedebista confirma o resultado da última pesquisa do Ibrape realizada para o Correio do Estado, que apontava a vitória de Puccinelli com uma distância de 13 pontos em relação ao seu principal adversário.
Ontem, foram às urnas 1.392.464 dos 1.700.912 eleitores do Estado. Do lado do atual governador, ficaram 704.407 pessoas, enquanto 534.601 preferiram apoiar a eleição de Orcírio e 18.943, Braga. Votos brancos e nulos somaram 134.513 (9,66%) e 308.448 (18,13%) não foram às urnas. A apuração encerrou por volta das 20h30min.
Pouco antes, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Puccinelli conversou com a imprensa e revelou que já esperava vencer a eleição. “Apuramos (o resultado) com tranquilidade uma vez que sabíamos pelas pesquisas que a vitória seria nossa”, declarou. Para ele, a tensão girou em torno do resultado da disputa por vaga de senador. “Estava incomodado pois queria fazer pelo menos um senador”, disse. Justamente por isso, ele só concedeu entrevista depois de ter a certeza da vitória de Waldemir Moka (PMDB).
Com as finanças do Estado em dia, o governador espera um segundo mandato melhor do que o primeiro. “Agora, com o equilíbrio econômico-financeiro, serão intensificadas as ações em andamento”, frisou. Segundo ele, “a infraestruturação do Estado e a industrialização são os dois novos campos que investiremos”.
Mesmo depois de sua vitória, da eleição de Moka, de 17 deputados estaduais e 6 federais, Puccinelli não foi comemorar ontem. Hoje, ele promete estar de volta ao trabalho às 7h45min. Quinze minutos depois, ele concede entrevista coletiva.

Leia Também