terça, 17 de julho de 2018

Sem desmatar mais, Amazônia poderia ter 583 mil km² para agricultura

30 ABR 2009Por 12h:15
     

        

 

Estudo da ONG Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam) aponta que o total de área agriculturável na Amazônia pode chegar a 583 mil km² - cerca de 80% de toda superfície já desmatada na região, que corresponde a mais de 725 mil km².

 

Esse volume de terras equivale a mais do que o dobro da soma de todas as áreas destinadas à atividade agropecuária nos estados de São Paulo e Paraná. Segundo o Ipam, o número pode ser alcançado regularizando as áreas já desmatadas, seguindo as normas do Código Ambiental ? lei que determina o quanto se pode derrubar de floresta em cada região.

 

De acordo com o instituto, os números da Amazônia somados ao do resto do Brasil indicam que seria plenamente possível a implementação dos princípios do Pacto pelo Desmatamento Zero, proposto por um conjunto de ONGs, contrariando a noção de que faltam terras agriculturáveis e de que a legislação ambiental seja empecilho para o avanço da produção agrícola nacional.

 

Com informações do G1

Leia Também