Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Sem Cielo, revezamento do Brasil no 4x100 m livre é eliminado

29 JUL 12 - 07h:00terra

Sem Cesar Cielo, principal estrela do Brasil na natação, a equipe verde e amarela do revezamento 4x100 m livre não conseguiu se classificar para a final da modalidade, cravando apenas o nono melhor tempo. A liderança da prova ficou com o time da Austrália.

No último sábado, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) anunciou a ausência de Cielo do revezamento com a justificativa de poupar o atleta para as provas de 50 m livre e 100 m livre. Com isso, o Brasil caiu na piscina com Nicolas Oliveira, Bruno Fratus, Nicolas Santos e Marcelo Chierighini.

Nas três primeiras posições a disputa foi bastante acirrada, entre australianos, americanos e franceses. Porém o primeiro lugar ficou com a Austrália, que terminou o revezamento com 3min12s29, seguido pelos Estados Unidos, com 3min12s59, e pela França, com 3min12s77.
O oitavo e último tempo entre os classificados foi da Itália, que encerrou a prova com 3min15s78. O Brasil, que ficou em nono, terminou a competição em 3min16s14, despedindo-se da Olimpíada. A final da prova será realizada ainda neste domingo, às 17h (de Brasília), no Centro Aquático da capital britânica

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Alisson, Firmino e Marquinhos concorrem à Bola de Ouro
FUTEBOL

Alisson, Firmino e Marquinhos concorrem à Bola de Ouro

Gás é reajustado pela Petrobras e preço pode ultrapassar R$ 100 em MS
BOTIJÃO DE 13 QUILOS

Gás de cozinha terá aumento e preço pode ultrapassar R$ 100 em MS

Com problemas de saúde, Zeca do PT deixa presidência do partido
POLÍTICA

Com problemas de saúde, Zeca deixa presidência do PT

Em um ano, número de queimadas quase dobram em Campo Grande
MEIO AMBIENTE

Em um ano, número de queimadas quase dobram, aponta comitê

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião