Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

VIRTUAL

Sem autorização, ex-OGX faz leilão de peças

17 MAR 14 - 00h:00FOLHAPRESS

A OGPar (Óleo e Gás Participações, ex-OGX), empresa do Grupo EBX que está em recuperação judicial, realizou um leilão com mais de 800 itens da companhia sem a autorização formal da Justiça.

O Poder Judiciário tinha de dar o aval ao pregão por conta do processo de recuperação da empresa. A OGPar deu entrada com o pedido para realizar o leilão no dia 11 deste mês, um dia antes da oferta. A Justiça, porém, não havia se manifestado até a sexta-feira.

O pregão, no entanto, foi realizado da mesma forma, na quarta-feira ao meio-dia, por meio de um leilão virtual organizado pela Sold Leilões. Os itens oferecidos foram desde notebooks, com lance inicial de R$ 100, até cadeiras, mesas, armários, computadores e louças.

No site da empresa de leilões, porém, há o aviso de que a "venderora irá submeter as ofertas realizadas à autorização judicial". Como a oferta representa uma geração de receitas para a empresa, ela dependia do aval da Justiça, que acompanha a gestão da companhia durante o processo de recuperação.

A iniciativa fez parte do plano de reestruturação da petroleira de Eike Batista que, após deixar o luxuoso Edifício Serrador, no centro do Rio, e mudar para um prédio mais modesto na rua do Passeio no mês passado, passa por adequação financeira e estrutural.

Do leilão constavam peças como cadeiras Herman Miller, cujo preço de mercado é R$ 4 mil, porém o lance inicial era de R$ 200. Tem também itens menores, como um conjunto de xícaras com o nome da OGX gravado sobre a porcelana que tem lance inicial de R$ 30.  

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mais famílias campo-grandenses conseguem pagar as dívidas
APONTA PESQUISA

Mais famílias campo-grandenses conseguem pagar as dívidas

Agehab dá dez dias para mutuários regularizarem dívidas
INTERIOR

Agehab dá dez dias para mutuários regularizarem dívidas

União agilizará reconhecimento de emergência por queimadas em MS
DIZ MINISTRO

União agilizará reconhecimento de emergência por queimadas em MS

Investigações contra agressor de Bolsonaro podem ser retomadas
PRESO EM CAMPO GRANDE

Agressor de Bolsonaro pode voltar a ser investigado

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião