Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

Sem Aécio na disputa, bloco vai pressionar André a acelerar definição sobre aliança

18 DEZ 2009Por 22h:20
     

        Maria Matheus

         

Diante do novo cenário político desenhado a partir da desistência do governador de Minas Gerais Aécio Neves (PSDB) de concorrer à Presidência da República, o Bloco Democrático Reformista (BDR) - formado pelo PSDB, DEM e PPS - deve pressionar o governador André Puccinelli (PMDB) a acelerar as discussões sobre alianças para as eleições de 2010. O governador vinha dizendo que deixaria para maio do próximo ano as negociações sobre coligações. Mas até então, os tucanos ainda não tinham definido quem seria o candidato ao Palácio do Planalto. Com a desistência de Aécio, o governador de São Paulo José Serra (PSDB) firma seu nome como pré-candidato da legenda para a sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Para o presidente regional do DEM, o vice-governador Murilo Zauith, a confirmação de José Serra como pré-candidato à Presidência vai expor ainda mais o racha interno do PMDB.

Leia Também