quarta, 18 de julho de 2018

Seleção feminina vence torneio

20 DEZ 2009Por 19h:40
     

        A seleção brasileira feminina de futebol confirmou o favoritismo e conquistou o título do Torneio Internacional Cidade de São Paulo, neste domingo, na capital paulistana. O Brasil venceu a boa equipe do México por 5 a 2 na final, diante de um bom público no Estádio do Pacaembu.
        Com a vitória, as brasileiras encerraram a campanha de forma invicta no Torneio, com quatro triunfos em quatro partidas. Elas superaram o Chile por 3 a 1 na estreia, o México (3 a 2), na sequência, e a China (3 a 0), na quarta-feira.
        Maior destaque do Brasil, Marta foi a artilheira da competição, com sete gols marcados, três deles neste domingo. Com essa soma, ela atingiu a incrível marca de 54 gols em 53 jogos disputados com a camisa da seleção.
        Substituída no final do segundo tempo, a meia-atacante comemorou mais esta conquista e agradeceu o apoio do público, que compareceu em bom número no Pacaembu. "O público nos emocionou bastante. Eles não desanimaram quando a gente saiu atrás no placar", festejou a atleta. "O futebol feminino já é uma realidade", desabafou.
        Ao final da partida, Marta e Cristiane, outro destaque do jogo, tiveram pouco tempo para comemorar o título. Elas se deslocarão para o aeroporto para embarcar rumo à Suíça ainda neste domingo. Na segunda à noite, elas vão participar da escolha da melhor jogadora do mundo, em cerimônia realizada em Zurique. As brasileiras concorrem ao prêmio da Fifa com a inglesa Kelly Smith e as alemãs Inka Grings e Birgit Prinz.
        

        JOGO 

        Neste domingo, a equipe brasileira teve uma de suas partidas mais difíceis da competição. As mexicanas mostraram um bom futebol e surpreenderam ao abrir o placar aos 11 minutos. Dinora chutou de fora da área e encobriu a goleira Andréia.
        A reação do Brasil veio aos 22. Aline completou escanteio da esquerda e acertou a canhota no fundo das redes. Aos 34, as brasileiras chegaram à virada em boa jogada de Marta. Ela invadiu a área e bateu na saída da goleira Sophia Perez.
        A virada não abateu as mexicanas que voltaram melhores no segundo tempo. Elas levaram perigo em dois lances rápidos, quando acertaram a trave da goleira Andréia. Mas o Brasil não demorou para se impor novamente no jogo e marcou mais um aos 9 minutos. Érica invadiu a área e exigiu boa defesa da goleira mexicana, que acabou rebatendo em Alina. A zagueira viu a bola morrer dentro do gol.
        Quatro minutos depois, a situação se repetiu e Alina novamente contribuiu com a equipe brasileira. Marta foi até a linha de fundo pela direita e cruzou rasteiro. A zagueira, na pequena área, completou a jogada e mandou a bola contra o próprio gol. O árbitro, porém, assinalou o gol para a atacante brasileira.
        Aos 25 minutos, Nayeli ainda descontou para as mexicanas, em belo chute da entrada da área - a bola desviou na zaga e enganou a goleira brasileira. Mas Cristiane fez grande jogada aos 27 e deu belo passe de presente para Marta. A atacante só precisou dominar a bola e mandar para as redes, fechando o placar. (informações do Estadão)

Leia Também