Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

CORRUPÇÃO

Seis policiais acusados de receber propina já estão presos em Naviraí

15 DEZ 2010Por NADYENKA CASTRO03h:45

Estão presos os seis policiais militares acusados de cobrar propina de criminosos para liberar caminhões carregados com produtos contrabandeados, que deveriam ser apreendidos nas blitzes feitas por eles em Naviraí. De acordo com o delegado Chang Fan, três militares se apresentaram e os demais foram presos. O mandado de prisão tem validade de cinco dias e, se não for prorrogado, os policiais serão soltos.

Conforme o delegado, as prisões são referentes ao inquérito que investiga um único caso de corrupção dos militares. Eles teriam pedido R$ 250 mil a criminosos para liberar uma carreta bi-trem carregada com cigarros e defensivos agrícolas contrabandeados.

A investigação começou após denúncia anônima que levou os policiais federais a prender um militar e encontrar a carga, a qual estava escondida em um terreno. Conforme o delegado da PF, até o momento, este é o único caso de corrupção sob investigação envolvendo os servidores estaduais.

A Polícia Militar instaurou o procedimento administrativo para apurar a participação dos militares no crime. Se ficar comprovado que houve cobrança de propina para liberar a carga, eles podem ser excluídos da corporação.

A carreta com a carga contrabandeada foi levada para a sede da Receita Federal em Mundo Novo e o valor dos produtos não foi divulgado.

Leia Também