Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

Seguranças de transatlântico abrem fogo contra piratas

26 ABR 2009Por 08h:57
     

        AE

         

        ROMA - O capitão de um navio de cruzeiro italiano afirmou que sua tripulação defendeu a embarcação de um ataque de piratas da Somália, ocorrido na noite de sábado. O capitão Ciro Pinto, do MSC Melody, disse a uma rádio estatal italiana que ordenou que suas forças de segurança revidassem os tiros dados por seis homens que ocupavam um pequeno barco.
        O navio pertence à empresa italiana MSC Crociere. A companhia informou à agência de notícias Ansa que todos as 1.500 pessoas a bordo - entre passageiros e tripulantes - estão em segurança. O ataque ocorreu cerca de 180 milhas (290 km) ao norte das ilhas Seychelles. O navio faz um cruzeiro entre Durban (África do Sul) e Gênova, na Itália.

Leia Também