Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

VIOLÊNCIA

Segurança diz que criminalidade diminuiu

21 ABR 2011Por DA REDAÇÃO00h:00

O índice de criminalidade caiu em Mato Grosso do Sul nos três primeiros meses do ano, conforme apontam dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). O números revelam redução de 8,4% em crimes com morte e queda de 6,6% nas ocorrências de crime contra o patrimônio. Os homicídios dolosos reduziram 8,8% na Capital e também tiveram diminuição no Interior, de 1,5%

O levantamento do Núcleo de Estatísticas e Análise Criminal da Superintendência de Inteligência de Segurança Pública corresponde aos índices trimestrais divulgados pela Sejusp. De acordo com o relatório, a Capital obteve redução ainda maior de crimes com morte, obtendo queda de 32,9% comparando com os três primeiros meses de 2010. Em relação aos crimes contra o patrimônio, a Capital teve diminuição pouco menor que a verificada no quantitativo de todo o Mato Grosso do Sul, ficando com menos 5,2% de índice. O melhor resultado foi observado no interior, com saldo negativo de 7,6%.

Neste balanço os crimes onde se observaram as maiores quedas em todo o Estado foram os de lesão corporal seguida de morte e roubo seguido que morte, que diminuíram 66,7% e 70% respectivamente. Nos crimes de roubo seguido de morte, a Capital não registrou nenhum caso neste ano, enquanto em 2010 foram cinco ocorrências. No interior esta modalidade de crime registrou queda de 40%.

Homicídios dolosos, aqueles com intenção de matar, também registraram valores negativos entre janeiro e março deste ano: em todo o Estado os números caíram em 1,5%, na Capital a diminuição foi ainda maior, registrando menos 8,8%. No trânsito, os homicídios culposos tiveram redução de 9,5% em todo o Mato Grosso do Sul e queda de 47,1% em Campo Grande.

Entre os crimes contra o patrimônio o que obteve maior redução foi o de roubo de veículo: -7,9% em todo o Estado e 14,7% na Capital. Casos totais de furto caíram em 4,9% em Mato Grosso do Sul e nas cidades do interior observou-se redução de 10,8%. A mesma tendência de redução da criminalidade foi verificada nos casos de roubo e furto a residências. Os roubos em residências ficaram em -18,5% (MS), -26,5% (Capital) e -6,3% no interior. Furtos em residências apresentaram os seguintes índices: -12,7% no Estado, -14,5% em Campo Grande e -11,7% no interior.

O relatório mostra ainda declínio no número de roubos em estabelecimento comercial que caíram em 8,2% em todo Mato Grosso do Sul e menos 15,5% somente na Capital. Todos os dados foram retirados do Sistema de Informação e Gestão Operacional (Sigo) e levam em consideração ocorrências registradas no sistema até 1º de abril.

As estatísticas são publicadas trimestralmente no Diário Oficial do Estado em conformidade com o que dispõe o Art. 2º da Lei nº. 3.464 de 14 de dezembro de 2007 e Lei 3.771 de 04 de novembro de 2009, tornando públicas as estatísticas criminais e atividades policiais referentes ao trimestre.

MS Forte Segurança

O Plano de Redução da Criminalidade MS Forte Segurança leva em consideração os dados estatísticos elaborados pela inteligência para o direcionamento do trabalho da segurança púbica. Através do geoprocessamento a Sejusp busca alcançar metas que melhoram o índice de redução de crimes.

Conforme o secretário titular da Sejusp, Wantuir Jacini, a partir dos dados fornecidos pelo Sigo, por meio da ferramenta georeferenciamento, são identificadas  as regiões  e sub-regiões de Campo Grande e dos municípios do Estado que apresentam os maiores índices de ocorrência. Estes locais recebem maior efetivo em recursos de pessoal e material.

A meta do plano é focar na queda de crimes que mais afligem a sociedade, como homicídios, drogas e roubos e furtos. Para isso o plano será baseado em uma gestão de responsabilidade territorial compartilhada. A ação busca também reverter em índices de redução da criminalidade todo o investimento aplicado pelo governo do Estado em segurança nos últimos quatro anos.

Leia Também