Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

VEÍCULOS

Segunda parcela do IPVA vence na segunda-feira

26 FEV 11 - 00h:01da redação

Na segunda-feira (28) vence a segunda parcela do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O pagamento pode ser feito nas agências bancárias de instituições conveniadas (Banco do Brasil, Caixa, Itaú, HSBC, Sicredi, Rural, Bradesco e Safra), nos Correios, casas lotéricas, postos do Detran, Agências Fazendárias (Agenfa) e nos Práticos (Aero Rancho, Guaicurus e Coronel Antonino), em Campo Grande. Os correntistas do Banco do Brasil também podem fazê-lo pela Internet. A terceira e última parcela deve ser paga até o dia 31 de março.

O contribuinte que não recebeu o carnê pelos Correios pode acessar a página da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) na Internet (www.sefaz.ms.gov.br) para emitir a guia de pagamento. O boleto também pode ser emitido em uma das Agências Fazendárias (Agenfa). Depois, deve verificar se as informações sobre o endereço para recebimento estão corretas no cadastro do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS). Na página virtual o proprietário pode, ainda, consultar os débitos anteriores.

O governo do Estado oferece benefício fiscal aos veículos zero quilômetro, com isenção do imposto para carros no primeiro ano de uso e 50% para motos. A Sefaz emitiu um total de 631 mil boletos para pagamento em 2011, 56 mil a mais que no ano anterior. O valor arrecadado gira em torno de R$ 200 milhões. Os recursos são divididos em partes iguais para os cofres estaduais e municípios de origem do emplacamento do veículo.

Os automóveis com data de fabricação superior a 15 anos, veículos oficiais e de propriedade de igrejas estão isentos do pagamento do imposto. Um total de 273 mil automóveis deixarão de pagar o tributo, este ano, por terem sido fabricados há mais de 15 anos e cerca de 57 mil por serem considerados imune, que se enquadram na categoria oficiais ou de igrejas.

Inadimplência

A Sefaz já notificou cerca de 200 mil proprietários de veículos em débito com o tributo nos últimos cinco anos. A inadimplência no pagamento do IPVA gira em torno de 5% a 8%, segundo o superintendente de Gestão da Informação André Luiz Cance. Os proprietários com dívida desde 2005 terão os débitos ajuizados. Depois de ajuizada, a dívida passa a ser cobrada na justiça.

Cálculo do imposto

O valor do Imposto é calculado com base nos preços médios de mercado do automóvel (valor venal) multiplicado pela alíquota específica com percentuais de 2,5% para automóvel, 2% para moto e 1,5% para caminhão. O valor de mercado é avaliado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), contratada para apurar a base de cálculo do imposto, tendo a tabela do mês de outubro de 2010 como referência.



 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Agressores de mulheres não poderão tirar carteira de advogado, diz OAB

STJ mantém efeitos de liminar que revogou prisão de Puccinelli
MÉRITO

STJ mantém efeitos de liminar que revogou prisão de André

BRASIL

Oposição fecha questão contra Previdência e quer atrasar análise na CCJ

BRASIL

Abertura comercial do país deve ser lenta, gradual e segura, diz Mourão

Mais Lidas