Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

CÁLCULO DE ICMS

Sefaz altera valor real de nove produtos

13 ABR 2011Por da redação13h:10

Nove produtos comercializados ou produzidos em Mato Grosso do Sul tiveram o Valor Real Pesquisado alterado a partir da portaria SAT 2.205, publicada na edição desta quarta-feira (13) no Diário Oficial do Estado. A publicação traz os novos valores a serem praticados para o açúcar, borracha natural, farinha de trigo, gado suíno, goma resina, leite longa vida, mamona, óleo comestível e ovos.

De acordo com a portaria, o açúcar cristal de produção estadual está valendo R$ 1,78 o quilo. O mesmo produto que não é de produção sul-mato-grossense poderá ser comercializado por R$ 2,05 e o açúcar refinado sai por R$ 2,44, sempre utilizando o quilo para a referência do valor.

A farinha de trigo também teve o Valor Real alterado e o pacote de um quilo do produto de tipo comum está saindo por R$ 1,45, o pacote de cinco quilos está cotado em R$ 7,25 e a saca de 50 quilos vale hoje R$ 65,50. A portaria apresenta ainda os valores do produto de tipo especial - industrializado como pré-mistura para pães ou destinado para a produção de cola. Em operações interestaduais o quilo da farinha de trigo comum em pacote está valendo R$ 1,60 e a saca de 50 quilos está em R$ 75,00.

A carne suína para abate em operações internas está com Valor Real Pesquisado de R$ 1,98 o quilo, a arroba está valendo R$ 29,70 e a cabeça de 100 quilos está saindo R$ 198,00. Em operações interestaduais o quilo da carne suína para abate sai por R$ 2,25, a arroba por R$ 33,75 e a cabeça de 110 quilos por R$ 247,50. Também foi divulgado o valor para o suíno destinado para reprodução e outras modalidades do produto.

O leite longa vida de produção estadual está com Valor Real Pesquisado de R$ 2,08 o litro. Já o produto proveniente de fora de Mato Grosso do Sul está com o litro a R$ 2,27.

A publicação traz ainda os valores da borracha natural, ovos, goma resina, mamona e do óleo comestível. A portaria completa pode ser conferida nas páginas um e dois do Diário Oficial por meio do site imprensaoficial.ms.gov.br .


 

Leia Também